sexta-feira

Uma Biografia dos Reis do Antigo Egito

SINOPSE


O Egito antigo sempre intrigou a muitos, perguntas tais como: Quem foi Tutankhamun, como morreu e o que fez? Quando foram construídas as pirâmides? Permeiam a mente de muitos curiosos e interessados no tema. No Brasil, um país com pouquíssima tradição no que se refere à pesquisa na área de egiptologia, mas com diversos amantes do assunto e uns poucos e heróicos egiptólogos, nunca se produziu uma obra como a presente, em termos de volume de informação. O objetivo deste livro é levar o leitor viajar através de três milênios de história, equivalente a seis vezes a história do Brasil. Descrevendo detalhadamente todas as trinta dinastias tradicionais egípcias, além de se falar sobre o período pré-dinástico e dos reis que governaram brevemente em concomitância com os reis ptolomaicos. O livro é dividido em 32 capítulos, sendo os 18 primeiros com o volume I e o restante no volume II, cada um representando uma dinastia. Cada capítulo começa com uma pequena introdução, descrevendo brevemente a administração, o pensamento religioso e, quando necessário, as diferenças existentes entre os tempos de reinado, entre outros fatos interessantes. Ao final desta introdução há uma pequena tabela, onde é dado ao leitor o nome da(s) capital(is) da época e do posicionamento de cada reinado em relação ao presente calendário. Após esta introdução, parte-se para a descrição das biografias reais. De imediato, o leitor encontra uma nova tabela onde há o nome completo do rei, traduzido com auxílio das diversas fontes consultadas; informações sobre o tempo de reinado como também da época em que foi entronizado e faleceu em relação ao calendário egípcio. Cita-se, na mesma tabela, a filiação, o nome das esposas e filhos, assim como dos principais oficiais do reino. Em particular, as informações familiares serão de interesse aos amantes da genealogia. Após a tabela vem o texto onde se descreve detalhadamente o reinado em questão. Normalmente, começa-se explicando os motivos da ascensão daquele rei, depois, sobre seus familiares, o que fizeram e como morreram. Após isto, narra-se os fatos políticos, tais como guerras, invasões, expedições mineiras e punitivas. Para aproximar mais o leitor da época retratada, usou-se diversos textos traduzidos de monumentos e documentos em papiro. Para isto, o autor se utilizou dos textos previamente traduzidos do egípcio faraônico em outras bibliografias, sendo estas sempre citadas no final do texto. Por fim, descreve-se as obras do reinado e a construção da tumba, fato importante para o rei. Em alguns casos, quando o próprio corpo do rei ainda existe, faz-se uma descrição de como este era em vida, com que idade morreu e por que. Tudo isto baseado nas mais recentes investigações feitas por experts na área. No final do livro, o leitor encontra os apêndices (somente no volume I) onde foram colocadas referências cronológicas usadas pelos egiptólogos para construção da sequência real faraônica, além de alguns textos de oficiais que deixaram amplas informações históricas, e comumente citadas pelos textos especializados. Há também uma breve discussão de como se obteve a correlação entre a cronologia egípcia e atual. E uma lista com o nome das cidades egípcias, com os seus nomes atuais, helenísticos e egípcios, mais uma tradução destes últimos. Após o apêndice há uma série de mapas, onde o autor localizou as cidades egípcias, núbias e do Levante (atual Oriente Médio) (somente no volume I). Para encerrar, houve um constante cuidado na busca de bibliografias respeitáveis de egiptólogos, assiriólogos e orientalistas profissionais, para compor esta obra.



AUTOR



Apesar de ter escrito um na área de história, não sou formado nesta área. Eu atuo na área de meteorologia, com bacharelado pela UFRJ (1993), mestrado  pelo INPE (1997) e doutorado pela USP (2006). Atualmente sou funcionário público no INPE, onde trabalho no CPTEC (Centro de Previsão e Estudos Climáticos). A minha paixão pelo Egito nasceu em 1983, as 13 anos, quando assistia a minhas aulas de hisoria antiga. No início dos anos 90 comecei a agregar material bibliográfico sobre o tema. Porém, foi a parte de 1997, quando passei algum tempo na França, é que tive a oportunidade de adquirir uma expressiva quantidade de livros. Quando voltei daquele país, decidi que era o momento de escrever um livro completo e amplamente informativo sobre o  tema, e que fugisse da associação egito=esoterismo. Passei três anos escrevendo-o. De 2000 a 2007 este permaneceu engavetado. Em 2007 e 2009 fui ao Egito e a NY para adquirir material iconografico e que viesse enriquecer a obra. Em 2009 realizei uma ampla revisão do texto e procurei alguma editora, mas sem sucesso. Até que descobri o Clube de Autores, que permitiu que minha obra finalmente chegasse ao leitor.



CAPA



A capa dos dois volumes foram confeccionadas com auxilio do software gráfico do clube de autores. No primeiro volume ve-se uma estátua do Faraó Senusrit III, da XII Dinastia e que tirei quando estive no British Museum. Já na segunda capa ve-se a estátua do Faraó Feminino Hatshepsut da XVIII Dinastia e que tirei no Metropolitan de NY.

Um comentário:

nicoli__frison disse...

O livro parece ser bom.
Gostaria de pedir sua ajuda, criei um blog, mas sou nova nisso, se puder me ajudar me add no msn nicoli__frison@hotmail.com.
Agradeço desde já.